9 Histórias bizarras de pessoas que tiveram a amizade desfeita no Facebook

Pra quem acredita que o Facebook é um local de união e de reencontro com antigos amigos, essa lista vai mostrar que existe um outro lado mais sombrio nessa história.

Sabemos de casos na vida real, onde brigas conjugais, desafetos ou imposições pessoais chegaram a um fim trágico ou até a uma conclusão bizarra. Mas até que ponto isso pode ser levado ao mundo virtual? Especificamente falando da maior rede social da internet, o Facebook?

Veja abaixo 9 casos bizarros e inusitados, consequentes de desentendimentos no Facebook.

1. A dama de honra que ateou fogo na casa de sua amiga após ter a amizade desfeita no Facebook

Facebook - Caso 1

Em novembro de 2011, uma mulher de Des Moines, Iowa foi presa em um incêndio criminoso na casa de uma ex-amiga que tinha brigado com ela e desfeito a amizade no Facebook.

Jennifer Christine Harris, 30, foi acusada de incêndio criminoso em primeiro grau após atear fogo na casa de Jim e Nikki Rasmussen. Harris, que foi dama de honra no casamento de Rasmussen, é uma professora em uma escola primária local.

Qual foi o motivo? A amizade entre Nikki Rasmussen e Harris foi desfeita quando eles argumentaram sobre o planejamento de uma festa de aniversário para Harris. Harris, em seguida, começou a depreciá-la no Facebook. Então Nikki decidiu desfazer a amizade no Facebook e ainda bloquear sua dama de honra.

Os RASMUSSENS acordaram e escaparam ilesos do incêndio, uma vez que começou a derreter o tapume em sua casa.

2. O transexual que atacou seu namorado depois dele desfazer a amizade e colocar o status como “solteiro” no Facebook

Facebook - Caso 2

Em fevereiro de 2012, uma mulher transexual atacou seu namorado com uma faca, uma tesoura e um garfo depois que ele desfez a amizade com ela no Facebook e ainda mudou seu status para “solteiro”. William Hanz De Veyra Arriesgado, um filipino de 25 anos que teve uma mudança de sexo, mas não conseguiu mudar o nome sob as leis de seu país, foi condenado a dois anos de prisão por causar graves danos ao amante australiano.

Ms. Arriesgado aplicou 16 facadas graves no bancário de 47 anos de idade, Colin James Peady.

O casal brigou primeiro devido a mudança de status no Facebook do Sr. Peady em um pub em Duxton Road. Mr. Peady voltou para seu condomínio em Sunhaven. Quando Arriesgado, que estava em visita social, chegou na casa, eles começaram a discutir novamente. Arriesgado pegou uma faca com uma lâmina de 20 centímetros de comprimento, que estava no quarto e esfaqueou e cortou o Sr. Peady repetidamente.

Ele ficou com facadas no abdômen e cortes em outras partes do seu corpo, incluindo o rosto e os olhos.

3. Um casal que desfez a amizade com uma mulher e foi assassinado por seu pai

Facebook - Caso 3

Em 2012, Billy Payne Jr., 36 anos de idade, e sua namorada de 23 anos, Billie Jean Hayworth, desfizeram a amizade com Jenelle Potter, 30 anos, no Facebook. Jenelle ficou chateada, mas não tanto quanto seu pai, Marvin “Buddy” Potter de 60 anos. Ele ficou com tanta raiva quando soube sobre a amizade desfeita que ele e Jamie Lynn Curd, 38 anos de idade, que supostamente tinha sentimentos românticos por Jenelle, saíram e mataram Payne e Hayworth. O filho do casal de 8 meses, sobreviveu após ser encontrado ileso nos braços de Hayworth.

O casal foi baleado em sua casa. Eles viviam com Billy Payne Sr., que foi a última pessoa a vê-los vivos. Ele supostamente viu Hayworth levantar-se para alimentar o bebê antes de sair para o trabalho. Cerca de cinco horas depois, quando um ex-vizinho parou para pegar as correspondências que a família iria guardar para ele, Payne foi encontrado morto em seu quarto e Hayworth foi encontrada morta no quarto do bebê. Ambas as vítimas foram baleadas na cabeça.

Nas semanas que antecederam o assassinato, Jenelle Potter, que também é prima de Payne, teve dois confrontos verbais distintos. No ano anterior, Payne e Hayworth deram queixa à polícia que Jenelle estava assediando-os por telefone e pela Internet depois que eles desfizeram a amizade.

4. O jovem que se matou depois que uma menina desfez a amizade com ele no Facebook

Facebook - Caso 4

Em 2009, um britânico de 21 anos de idade, se enforcou depois que uma menina removeu a amizade na rede social Facebook.

Simon Foxley de Hyde, Gloucestershire, se interessou pela menina depois de conhecê-la no site. Mas quando ele disse a ela sobre seus sentimentos românticos, ela o removeu de sua lista de amigos. Foxley tentou entrar em contato com a menina, mas seus amigos o teriam bombardeado com mensagens abusivas dezendo para deixá-la sozinha.

Depois de ler uma mensagem que dizia: “Vá e morra”, Foxley se enforcou no jardim de sua casa. Seu corpo foi encontrado por seu pai de 56 anos e seu irmão mais velho de 18.

Sua família disse que o fato de ter tido a amizade removida e ser intimidado no Facebook o afetou terrivelmente.

Antes de se matar, Foxley escreveu uma nota de suicídio que dizia: “Obrigado por tudo que você fez por mim. Espero que todos vivam o máximo de suas vidas e valorizem as pessoas e os momentos que você compartilha com eles. Eu não posso pedir desculpas vezes suficientes para que voltasse a ser como antes” .

5. O Ministro do Governo da Venezuela que apelou aos cidadãos para cancelarem suas contas no Facebook

Facebook - Caso 5

Um ministro do governo da Venezuela, que ofereceu asilo ao fugitivo delator da inteligência dos EUA, Edward Snowden, pediu aos seus compatriotas para cancelarem suas contas do Facebook para que não sejam alvo de espionagem dos EUA.

“Companheiros venezuelanos : Cancelem as suas contas do Facebook, já que vocês, involuntariamente, irão trabalhar como informantes da CIA! Veja o caso Snowden!”, Disse o ministro Maria Iris Varela em um post no Twitter.

Varela também disse que as vítimas de “espionagem gringa” devem abrir processos para exigir “compensação equitativa” e falirem o governo dos EUA.

Snowden tinha pedido asilo em 27 países, enquanto ele tenta escapar da justiça americana por conta da divulgação de um vasto programa mundial de vigilância eletrônica dos EUA. O ex-empreiteiro de TI da Agência de Segurança Nacional dos EUA disse que a agência reuniu vastas quantidades de dados particulares dos usuários do Facebook e de outros gigantes da Internet.

6. O Pai que pagou a sua filha U$200 dólares para ela sair do Facebook

Facebook - Caso 6

Os pais que já ameaçaram tirar computadores ou desligar os serviços de Internet para tirarem seus filhos do Facebook podem considerar a solução encontrada por uma família de Boston: dinheiro.

Paul Baier, um consultor de pesquisa, está pagando a sua filha de 14 anos, para mantê-la fora do Facebook até o final de junho.

O pai até colocou isso por escrito. Baier postou seu em blog, sobre sustentabilidade, um “Acordo de Desativação do Facebook”.

Eu ____ concordo em desativar minha conta do Facebook a partir de 04/02/13 até 26/06/13. Em troca, o meu pai, Paul Baier, compromete-se a pagar-me $50 em 15/04/13 e US$150 em 26/06/13. Ele/ela vai ter acesso ao meu Facebook para alterar a senha e para desativar minha conta. Isso vai me impedir de voltar a ativar a conta no futuro. Eu pretendo usar o dinheiro para os seguintes fins: _______.

O contrato foi assinado por Baier e sua filha, cujo nome foi redigido. Especificações como datas e valores e os nomes do pai e da filha preencheram os espaços em branco no texto.

7. O ladrão que ameaçou desfazer a amizade com sua mãe no Facebook, depois que ela o confrontou sobre seu crime

Facebook - Caso 7

Charlie Cooper afirmou que seu vício em ecstasy o levou a roubar casas e, eventualmente, ele foi pego pela polícia de Canterbury, Inglaterra. Depois que um jornal local, Herne Bay Gazette, publicou uma história sobre sua prisão com uma foto, Charlie começou a reclamar sobre essa publicação no Facebook. Ele se queixou de que o jornal não havia lhe perguntado se poderia ou não tirar uma foto dele.

Foi neste momento que a mãe de Charlie postou em seu Facebook o seguinte comentário: “Eles não precisam da sua permissão para tirar uma foto se os tribunais lhes deram a permissão para fazê-lo”, o que, é claro, enfureceu Charlie ainda mais.

Ele respondeu: “Eles sim, eu não quero que tirem minha foto. Fim do assunto.”

E a mãe escreveu de volta: “Está feito agora. Aquela senhora não queria que sua jóia fosse tirada, mas você fez isso mesmo assim. Fim do assunto.”.

Charlie então ameaçou bloquear sua mãe no Facebook. “É por isso que eu não tenho você no meu facebook, mãe, você diz coisas como essa, eu estou bloqueando você ok”.

Após a troca de mensagens, várias pessoas opinaram sobre o direito do jornal sobre a imagem de Charlie, desde que ele foi preso pelo crime.

8. O homem que criou um site que desfaz as amizades do Facebook para você

Facebook - Caso 8

Veja onde a mídia social chegou – ou ficou fora de controle, dependendo do seu ponto de vista.

Há um novo site chamado “Friend Fracker”. É para pessoas que têm um monte de amigos no Facebook, que não são amigos de verdade e só ocupam espaço no seu mural.

Eles também ocupam espaço em sua consciência. Você quer desfazer essas “amizades”, mas se sente muito culpado. Então, “Friend Fracker” é como o seu lado sem a parte emocional. Você conecta o site a sua conta do Facebook. Ele analisa os seus amigos, identifica seus verdadeiros amigos e então remove da sua lista de amizades aleatoriamente um monte de perfis – até dez deles por vez.

O site nunca lhe diz quem foi removido, mas algumas “listas de amigos” são tão lotadas que você nunca vai reparar. Por esse motivo não há a sensação de culpa.

“Friend Fracker” foi criado por Rafael Lozano-Hemmer, um artista eletrônico do México, e Harper Reed, um engenheiro técnico que vive em Chicago. Reed foi diretor de tecnologia da campanha de reeleição do presidente Obama.

9. O primeiro-ministro húngaro que descurtiu a página do FMI

Facebook - Caso 9

A relação do primeiro-ministro da Hungria com o Fundo Monetário Internacional ficou, notoriamente, desgastada por conta das condições de empréstimos supostamente difíceis do FMI e em 2012 ele usou o Facebook para descurtir a página da agência.

O primeiro-ministro Viktor Orban, disse em uma mensagem de vídeo em sua página oficial do Facebook que a Hungria não podia aceitar os cortes nas pensões, a eliminação de um imposto bancário, menos funcionários públicos e outras condições em troca de um empréstimo do FMI, que poderia ser em torno de 18,9 bilhões dólares.

Orban disse sobre a lista de condições do FMI: “contém tudo o que não é do interesse da Hungria.”

O anúncio de Orban tomou os mercados de surpresa, em parte porque apenas um dia antes, ele havia dito que as negociações de empréstimo com o FMI e a União Europeia estavam indo de acordo com o cronograma e os dois lados estavam dispostos a chegar a um acordo.

4 comments

  1. raquel   •  

    Tá, não entendi a 4, ele tinha 21 anos mas tinha um irmão mais velho de 18???

  2. Ildo Silvério   •  

    As pessoas já são naturalmente obtusas, estúpidas, ignorantes e com pouco – ou nenhum! – senso do que é apropriado. Depois que criaram essa merda de Facebook, parece que aflorou ainda mais a idiotia humana. Sério, o ser humano, de um modo quase geral, é o “sub do sub”, um lixo!!!!!!!!

  3. Ta   •  

    Caramba, que texto mais mal escrito (ou mal traduzido)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *