5 filmes bizarros para você (não) assistir

Quem nunca ficou indignado por ter pago caro por um filme, na locadora ou no camelódromo, ou injuriado por perder aquele tempinho que podia estar jogando enquanto procurava seu filme na netflix ou baixava um torrent e chegou a conclusão que o filme nada mais é do que fezes em forma cinematográfica? Pois então! Seus problemas acabaram! Listamos aqui 5 filmes que ganham o prêmio Vaso Sanitário de todos os tempos. Confira (ou não):

A Vagina Dentada (Teeth) – 2007

Não, meus amigos, não é um filme pornográfico. A intenção do roteirista Mitchell Lichtenstein era fazer um misto de terror com comédia. Pois então, tinha uma mina que não podia se entregar aos prazeres que a vida oferece por causa de sua religião. Um dia ela joga tudo pro alto e resolve dar, e é aí que descobre que sua “queridinha” tem dentinhos e resolve usar isso contra quem tenta abusar dela. E pelo visto TODO MUNDO naquele filme quer o corpo nu da moça. Estou até agora procurando onde foi parar o sentido desse filme.

Camisinha Assassina (Kondom des Grauens) – 1997

O pior pesadelo dos homens está à solta até que resolve arrancar sem dó nem piedade os testículos do detetive Luigi Mackeroni. Então o cara fica #revolts (qual de vocês homens não ficaria?) e abre uma busca ininterrupta pela camisinha comedora de “Cobras Reis” criada em laboratório por uma seita contra a promiscuidade em NY. É quase que um 007 em versão tosca demais. Percebe-se que essa é a intenção, já que é uma comédia alemã, porém não precisava zoar tanto assim, né?

O Incrível Homem que Encolheu (The Incredible Shrinking Man) – 1957

O título do filme me lembrou muito de “O Curioso Caso de Benjamim Buton” mas não é nem de longe parecido. Nada mais é do que um cara que tem o azar de entrar em contato com coisas radioativas e/ou tóxicas a todo momento e que, depois disso, percebe que suas roupas estão crescendo, ou melhor, que ele está encolhendo. Aí acontece algo parecido com “Querida, Encolhi as Crianças” e o cara é atacado por qualquer ser que você possa imaginar. Aí o diretor Jack Arnold ainda vem com aquele papinho que não tinha a intenção de colocar humor negro no filme. Então, vocês já sabem, se virem uma nuvem meio estranha por aí, cuidado! Ela pode fazer vocês encolherem.

Retorno dos Tomates Assassinos (Returne of the Killer Tomatoes) – 1988

Já não bastava um filme ruim, ele teve que ter um RETORNO que fechou com chave de ouro a babaquice. O filme mostra um cientista vegetariano, só pode, que tenta conquistar o mundo com a ajuda de nada mais, nada menos do que vegetais. Sim, V-E-G-E-T-A-I-S! É um ótimo filme de terror para você, amigo que não curte saladas, mas, caaaaaara! Da onde raios alguém iria imaginar uma coisa dessas?? E pra quem ainda aguentar assistir até o fim, há uma das coisas mais estúpidas e hilárias: quando começam os créditos finais aparece uma velhinha perguntando pra plateia “Aonde pensa que está indo? Eu e mais um monte de gente deram um duro danado pra fazer esse filme, leiam pelo menos seus nomes!” É, o cara sabia que o negócio ia ser tão ruim que até colocou a mãe dele pra dar uma “ajudinha”.

Cinderela Baiana -1988

E pra encerrar a lista, nada mais justo do que um filme brasileiríssimo. Sabemos que nossa fama de fazer filmes ruins é grande, mas esse vai além da margem de “ok, eu aguento isso”. Como o próprio título já diz, é uma releitura de um dos contos de fadas mais conhecidos, porém contando com a atuação de Carla Perez e seu gingado brasileiro que detonou o filme por completo (como se ele já não estivesse detonado desde os primórdios). De tanta vergonha, esse filme foi tirado de circulação judicialmente. Temos que rir pra não chorar…

Já perderam o tempo assistindo algum desses? Faltou algum que é constrangedoramente horrível? Discorda de algum deles? Não deixe de comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *